O caminho à Internet das coisas para o Fabricante de máquinas MCS Kollmorgen

Histórias de sucesso

O caminho à Internet das coisas para o Fabricante de máquinas MCS Kollmorgen

Situação empresarial

A MCS Kollmorgen, junção da empresa brasileira MCS Engenharia com a empresa global Kollmorgen, é líder no fornecimento de sistemas de controle de movimento e componentes para fabricantes de máquinas ao redor do mundo.  

O Uso da Internet das Coisas foi uma escolha muito natural para a MCS Kollmorgen porque a conectividade contínua aos controladores de máquinas industriais instalados nas suas máquinas, pode ajudar MCS a controlar o equipamento em qualquer momento e otimizar as visitas dos técnicos de manutenção ao local. Antes, esses dados dependiam de capital humano e podiam ser facilmente perdidos. Assim, a MCS começou a transformar seus produtos.

Solução

Ao entender o que a plataforma Microsoft para IoT seria capaz de realizar, o cliente decidiu começar esta viagem e transformar seu negócio. A proposta de valor incluía o uso do Windows 10 IoT de ponta a ponta na ferramenta de controle industrial pensada pelo cliente. Além disso, Softline  combinou a proposta do IoT com a nuvem com Microsoft Azure. Juntando as duas tecnologias, o cliente obtém uma solução que gera os dados na máquina e armazena-os de modo seguro na nuvem Microsoft. A Softline foi responsável por toda a consultoria e suporte ao longo do processo.

Resultados

Com a plataforma Microsoft IoT, a MCS Kollmorgen consegue ter um histórico completo das máquinas industriais que opera em todo o Brasil. Assim, cada instalação de máquina gera dados de customização e de processos que ficam armazenados na nuvem Azure.

Com os controladores industriais IoT atuados por Windows 10, A MCS Kollmorgen realiza a manutenção com maior assertividade. Como o sistema abastece a nuvem com o histórico de dados, o problema pode ser analisado imediatamente e assim este processo gere o diagnóstico mais preciso, e tudo pode ser feito de modo remoto sem presença do técnico no local. Todo o processo é seguro porque o provisionamento é feito com logins do cliente com autorizações personalizados.

MCS Kollmorgen obteve vários resultados positivos inclusive

Tempo melhor da análise e avaliação do problema nas máquinas. Por ter todo o histórico de dados da máquina armazenado na nuvem, o técnico responsável pela manutenção ganha tempo no momento da análise do problema, tem um diagnóstico mais certo, baseado em dados atuais. Antes, esses dados foram coletados pelo pessoal responsável pela máquina ao cliente da MCS, o que gerava incerteza e poderia prejudicar o processo de manutenção.

Redução de custos de viagens e manutenção. Como a manutenção agora pode ser feita de modo remoto, isto permite reduzir as despesas de viagens. Além disso, isto permite que a empresa leve seus produtos para outros locais mais distantes e até os exporta para outros países, uma vez que pode acessar dados e fazer a manutenção de maneira remota.

Segurança. Atuando com o Windows 10 IoT e com o Azure para armazenar as informações na nuvem, todos os dados ficam seguros. Além disso, o acesso à máquina do cliente e suas funções operacionais é garantido apenas por permissionamento de usuários, fazendo com que nada prejudique o funcionamento da mesma.

“Com o IoT, os dispositivos expõem a rede local, assim a segurança conta para que o usuário não tenha medo de conectar as máquinas. A nossa migração para o Windows 10  foi bastante válida no sentido de ter gráficos mais eficientes e também quando se fala de segurança. Além disso, a garantia de 10 anos do sistema dada pela Microsoft é a certeza de longevidade no mercado” – disse Edson Casagrande, R&D na MCS Kollmorgen.